Os gatos podem comer chocolate?

Os gatos não podem comer chocolate

Quase todos os donos sabem que o chocolate é tóxico para os cães, mas… E para os gatos? Raramente se fala sobre se os gatos podem comer chocolate e, se estamos a comer qualquer coisa com chocolate e o bichano nos faz olhinhos e se põe a miar, não sabemos o que fazer. Damos-lhe? Não damos? Paramos de comer porque nos sentimos culpados? Descobre a resposta a seguir.

Os gatos podem comer chocolate?

Não. O chocolate é tóxico para gatos, tanto como para cães.

Contém um composto químico chamado teobromina, que é metabilizado / absorvido muito mais lentamente nos gatos do que nos humanos. Isto significa que mesmo pequenas doses de chocolate podem ter efeitos negativos graves para eles.

Quanto chocolate podem os gatos comer?

Depende do gato e do chocolate. Cada gato tem o seu metabolismo (em gatos maiores e mais gordos, a quantidade tóxica pode ser ligeiramente maior) e cada tipo de chocolate tem a sua concentração de teobromina — o chocolate negro é muito mais tóxico do que o de leite, por exemplo.

Quais são os efeitos do chocolate em gatos?

Os sintomas de intoxicação por chocolate em gatos incluem:

  • Vómitos;
  • Diarreia;
  • Ritmo cardíaco aumentado;
  • Temperatura elevada;
  • Rigidez muscular;
  • Hiperatividade;
  • Convulsões;
  • Tremores;
  • Sede;
  • Aumento da frequência de respiração;
  • Morte.

Se observares qualquer um destes sintomas, contacta um veterinário de imediato.

O que fazer quando o gato come chocolate?

Os gatos são matreiros. Por mais cuidado que tenhamos, podem acabar a roubar chocolates e só nos apercebemos quando vemos a caixa no chão e o gato a ronronar ao lado. Quando isto acontece, o que deves fazer?

Como dissemos acima, o melhor a fazer é contactar um veterinário. É provável que o veterinário induza o vómito no gato ou recomende que o faças. No veterinário, é ainda possível que o bicho seja colocado em fluidoterapia para se manter hidratado, além de fazer exames ao sangue, à urina e ao coração.

Nos dias seguintes à ingestão de chocolate, recomenda-se uma dieta mais suave.